Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Jovem casal morre em acidente na Sertã

Toque em camião seguido de capotamento no IC8 mata praticante de judo e a namorada.
Alexandre Salgueiro 28 de Dezembro de 2017 às 01:30
Filipa Almeida morreu no hospital
Ricardo Louro tinha 27 anos
Viatura capotou e ficou imobilizada na berma do IC8, na zona da Sertã
Ricardo Louro tinha 27 anos
Filipa Almeida morreu no hospital
Ricardo Louro tinha 27 anos
Viatura capotou e ficou imobilizada na berma do IC8, na zona da Sertã
Ricardo Louro tinha 27 anos
Filipa Almeida morreu no hospital
Ricardo Louro tinha 27 anos
Viatura capotou e ficou imobilizada na berma do IC8, na zona da Sertã
Ricardo Louro tinha 27 anos
Uma ultrapassagem mal calculada estará na origem da colisão entre um carro e um camião que resultou na morte de um casal de namorados – ele era praticante de judo – num acidente que ocorreu ao final da tarde de terça- -feira no IC8, entre Proença-a- -Nova e Sertã. Este itinerário foi palco de vários acidentes graves nos últimos dias.

Ricardo Louro, de 27 anos, atleta e treinador de judo em Castelo Branco, conduzia o ligeiro e morreu no local. A namorada, Filipa Almeida, de 23 anos, viajava no lugar do pendura e ficou em estado muito grave. A jovem ainda foi transportada de emergência para o Hospital Universitário de Coimbra, mas não resistiu aos ferimentos e o óbito acabou por ser declarado na unidade hospitalar.

O acidente ocorreu às 18h17 ao quilómetro 115 do IC8, perto da saída para Isna de S. Carlos no sentido Proença-a-Nova – Sertã. Ao que tudo indica, o veículo ligeiro onde seguiam as duas vítimas mortais terá tocado no camião durante uma manobra de ultrapassagem e o condutor perdeu o controlo da viatura que capotou até se imobilizar na berma.

De acordo com o relato de várias testemunhas, na altura do acidente o piso estaria molhado e escorregadio e a visibilidade seria reduzida devido ao intenso nevoeiro que se fazia sentir.

Ricardo Louro é um nome conhecido em Castelo Branco já que era atleta e instrutor na Escola de Judo Ana Hormigo, da selecionadora da modalidade.

Filipa Almeida, de Penafiel, fazia o mestrado na Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco e trabalhava numa superfície comercial albicastrense. Ao longo do dia de ontem, centenas de amigos inundaram as páginas pessoais das vítimas nas redes sociais com mensagens de homenagem e de lamento.

Medalhado
Desde tenra idade ligado ao judo, Ricardo Louro soma dezenas de medalhas em competições regionais e nacionais, a última conquistada há menos de um mês. Além da competição, dedicava-se à formação de novos praticantes e estava também ligado a um projeto de judo adaptado.

Socorro
Prestaram socorro no local 27 operacionais apoiados por 10 viaturas das corporações de Sertã e Proença-a-Nova e INEM. Além das duas vítimas mortais, do acidente resultou ainda um ferido ligeiro.

GNR detém 93 com taxa-crime de álcool na operação Natal
Noventa e três condutores com taxa-crime de álcool (igual ou superior a 1,20 g/l) foram detidos pela GNR nos cinco dias da Operação Natal Tranquilo, que terminou terça-feira. Foram detetados outros 215 com taxas inferiores de álcool. As patrulhas apanharam 2825 viaturas em excesso de velocidade, 211 condutores ao telemóvel e 196 sem cinto de segurança. A GNR anunciou 933 acidentes, com 7 mortos (mais 6 do que no ano passado), 19 feridos graves e 299 feridos leves.

Ultrapassados os 500 mortos este ano nas estradas
Este ano já morreram mais de 500 pessoas nas estradas, considerando as 494 mortes anunciadas pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária de 1 de janeiro a 21 de dezembro e as, pelo menos, 7 da operação da GNR entre os dias 22 e 26. É um número muito acima dos 445 mortos do ano passado. Desde 2013 (518 mortos) que não eram ultrapassadas as cinco centenas de vítimas mortais.

Ver comentários