Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Mais de 25 queixas por dia na APAV

A associação recebeu 175 denúncias de crimes sexuais sobre crianças.
H.M. 28 de Março de 2018 às 08:55
Violência doméstica
Violência
Violência doméstica
Violência doméstica
Violência
Violência doméstica
Violência doméstica
Violência
Violência doméstica
A violência doméstica continua a ser a principal causa de queixas. Durante o ano passado, mais de 16 mil pessoas pediram ajuda à Associação de Apoio à Vítima (APAV) por esse crime, segundo o relatório anual divulgado esta terça-feira pela associação.

A esmagadora maioria das vítimas continua a ser do sexo feminino (82,5%), entre os 25 e os 54 anos (38,9%). Os dados indicam também que 285 homens, com cerca de 50 anos, sofreram às mãos das companheiras.

No ano passado, a APAV atendeu mais de 40 mil pessoas, um aumento de 19% entre 2015 e 2017, o que significa que mais de 25 pessoas pedem ajuda por dia.

A associação recebeu 175 denúncias de crimes sexuais sobre crianças.
Associação de Apoio à Vítima APAV crime lei e justiça crime crimes sexuais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)