Diogo Gaspar Ferreira vai pedir abertura de instrução

Operação Marquês tem no ex-primeiro-ministro José Sócrates o seu principal arguido.
Por Lusa|28.08.18
  • partilhe
  • 1
  • +

José Diogo Gaspar Ferreira, antigo diretor executivo do empreendimento de luxo Vale de Lobo e arguido no caso Operação Marquês, vai pedir a abertura da instrução do processo, disse à Lusa o seu advogado.

Segundo o advogado João Medeiros, o pedido de abertura de instrução vai incidir em algumas questões de direito e não na totalidade da acusação imputada a Gaspar Ferreira, acusado de corrupção ativa de titular de cargo político, branqueamento de capitais e fraude fiscal qualificada.

Além destes crimes, o Ministério Público pede ainda que José Diogo Gaspar Ferreira e as empresas Vale de Lobo Resort de Luxo e o Oceano clube - empreendimentos turísticos do Algarve, também arguidos, sejam condenados a pagar solidariamente mais de 53 milhões de euros ao Estado.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!