Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Polícia investiga morte de bebé

Menino de um mês morre nos anexos da casa onde vivia, em Gaia.
Liliana Rodrigues, Nelson Rodrigues e S.P.C. 19 de Novembro de 2015 às 17:54
Os bombeiros de Crestuma, INEM e GNR foram chamados para a ocorrência em Sandim, Lever
Os bombeiros de Crestuma, INEM e GNR foram chamados para a ocorrência em Sandim, Lever FOTO: Pedro Lourenço Ferreira
A Polícia Judiciária do Porto está a investigar em que circunstâncias um bebé, de pouco mais de um mês, morreu nos anexos de uma casa, esta quarta-feira de manhã, em Sandim, Vila Nova de Gaia.

O alerta foi dado à GNR de Lever pelas 10h00 e, poucos minutos depois, Bombeiros de Crestuma e INEM estavam no local, mas, apesar das tentativas de reanimação, já nada foi possível fazer pelo menino.


Ao que tudo indica, a morte resultou de uma crise convulsiva, a exemplo do que já sucedera poucos dias após o nascimento, sendo que, na altura, a ação das equipas de socorro evitou o pior.

Numa primeira análise, o corpo da criança não apresentava lesões externas, mas o cenário encontrado – a criança estava num anexo frio e com condições mínimas – no local levantou dúvidas ao Núcleo de Investigação Criminal da GNR, sendo acionada a PJ que, para já, afastou a hipótese de crime.

O caso provocou consternação entre autoridades e equipas de socorro. O óbito foi declarado ainda dentro do anexo. A autópsia vai ser essencial para perceber com certezas o que originou a morte. A criança é fruto de uma relação de um jovem de 17 anos com uma rapariga de 19. "Pelo que sabemos, o menino tinha problemas de saúde", disse uma vizinha.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)