Prisão preventiva por violência doméstica e posse de arma proibida

Detenção ocorreu no âmbito de uma investigação, que teve início em maio.
14.06.18
  • partilhe
  • 0
  • +

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vitimas Específicas, no dia 12 de junho, deteve um homem, por posse de arma proibida, no concelho da Aguiar da Beira.

A detenção ocorreu no âmbito de uma investigação, que teve início em maio, por um processo de violência doméstica, tendo culminado no cumprimento de três mandados de busca, duas domiciliárias e uma não domiciliária, resultando na apreensão de três revólveres, uma pistola de calibre 6.35 e várias munições de diferentes calibres.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal Judicial da Guarda, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!