Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Resgatados dois tripulantes que necessitavam de cuidados médicos de navios ao largo dos Açores

Uma jovem alemã e um homem russo foram socorridos.
Lusa 27 de Maio de 2021 às 12:25
Oceano
Oceano FOTO: Direitos Reservados
Dois tripulantes de navios que se encontravam a navegar a 615 quilómetros a leste de São Miguel e a 563 quilómetros a nordeste da Terceira, nos Açores, foram resgatados nos últimos dias por necessitarem "de cuidados médicos urgentes".

Em comunicado enviado hoje às redações, a Marinha informa que um dos resgates foi de "uma tripulante de 19 anos, de nacionalidade alemã", que se encontrava a bordo do navio mercante "BM CHICAGO EXPRESS", com bandeira da Alemanha, a navegar a 615 quilómetros a leste da ilha de São Miguel, acrescentando que a jovem "apresentava sintomas de trombose venosa profunda nas pernas" e necessitava "de cuidados médicos imediatos".

Esta operação foi coordenada desde a tarde de terça-feira através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada), em articulação com o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento das Lajes (RCC Lajes) e o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento de Lisboa (RCC Lisboa), adianta a Marinha.

A tripulante acabaria por ser resgatada por uma aeronave EH-101 da Força Aérea Portuguesa (FAP), que transportou a doente para a Base Aérea de Figo Maduro, em Lisboa, onde aterrou ao início da manhã de quarta-feira, sendo posteriormente transferida para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Estiveram envolvidos nesta operação o MRCC Delgada, o RCC Lajes, o RCC Lisboa, aeronaves da FAP, designadamente, um helicóptero EH-101 da Base Aérea do Montijo e um P-3C CUP+ da Base Aérea de Beja e uma ambulância do Instituto Nacional de Emergência Médica de Lisboa.

A outra operação de resgate foi concretizada também na quarta-feira e tratou-se de um tripulante que "sofreu um traumatismo crânio-encefálico, a necessitar de cuidados médicos urgentes em unidade hospitalar", adianta um outro comunicado da Marinha.

Ainda de acordo com a Marinha, o homem, de 42 anos, de nacionalidade russa, estava a bordo do navio "IONIAN STAR", com "bandeira das ilhas Marshall, a navegar a 563 quilómetros a nordeste da ilha Terceira".

"O resgate foi efetuado por uma embarcação dos Portos dos Açores, S.A., transportando o tripulante para a Marina da Praia da Vitória, na Terceira", onde atracou na manhã de quarta-feira e "transferido para o Hospital do Santo Espírito da ilha Terceira", segundo o mesmo comunicado.

Estiveram envolvidos nesta operação o MRCC Delgada, a Capitania do Porto da Praia da Vitória, uma embarcação dos Portos dos Açores, S.A. e uma ambulância do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores.

Ver comentários