Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Rodrigo é o primeiro rosto conhecido na tragédia de Pedrógão

Menino estava com o tio no carro que foi consumido pelas chamas.
18 de Junho de 2017 às 11:00
Rodrigo morreu no incêndio em Pedrógão Grande
Rodrigo morreu no incêndio em Pedrógão Grande
Rodrigo morreu no incêndio em Pedrógão Grande
Rodrigo, de quatro anos, seguia no carro com o tio, Sidel Belchior, de 37 anos, em Pedrógão Grande quando foram apanhados pelas chamas, este sábado.

O corpo do homem foi encontrado dentro da viatura mas o menino esteve desaparecido até à manhã de domingo. Os dois seguiam de carro para fugir ao horror das chamas quando terão sofrido um acidente de viação com outro veículo. Uma árvore em chamas caiu sobre os dois carros, resultando no desfecho trágico.

A notícia que a família temia receber foi depois confirmada, na manhã deste domingo: Rodrigo foi encontrado sem vida junto ao carro do tio. O condutor do outro veículo também morreu.

Os pais, que estão de lua de mel em São Tomé e Princípe, partilharam apelos desesperados para encontrar a criança. Mas foi a avó que recebeu a notícia no local da tragédia. A mulher falou com a CMTV em lágimas, relatando que é de Lisboa e que estava em Pedrógão a passar o fim-de-semana com a família.

"Disseram-me que encontraram um menino de quatro anos, junto ao carro onde o tio estava morto", conta, destroçada.

O incêndio de Pedrógão já matou 58 pessoas e fez mais de 50 feridos. Bombeiros e população lutam para que o inferno das chamas acabe.

Mais três crianças entre os mortos
Entre as vítimas mortais do incendio estarão mais três menores. Na aldeia de Mó Pequena, Bianca, de 4 anos, terá morrido quando fugia com a avó. Outras duas crianças, com idades abaixo de 8 anos seguiam noutra viatura apanhada pelo fogo.
Rodrigo São Tomé e Príncipe Pedrógão Grande incêndio fogo chamas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)