Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Sargento-ajudante morre após queda de 125 metros

Exército esclarece que estava à civil e não de serviço.
Ana Borges Pinto e João Saramago 10 de Julho de 2017 às 01:30
Militares
Militares
Militares
Militares
Militares
Militares
Militares
Militares
Militares
Um sargento-ajudante do Exército, de 40 anos, morreu ontem, após uma queda de uma ponte da A24, em Valdigem, Lamego. Tudo aconteceu pelas 16h30.

O caso está sob investigação, mas tudo aponta para que o militar, natural de Sande, no mesmo concelho, tenha parado o automóvel na berma e saído, tendo depois caído de uma altura de cerca de 125 metros, numa zona sem água.

Para o local foram acionados cerca de 40 bombeiros, assim como ambulâncias do INEM e militares da GNR, apoiados por cerca de 15 viaturas e um meio aéreo, essencial para remover o corpo, que caiu numa zona de difícil acesso aos meios terrestres.

As operações de resgate do cadáver do militar demoraram algumas horas e o grande aparato chamou a atenção de muitos automobilistas que passavam na A24. O sargento-ajudante Rodrigo Pinto pertencia ao Regimento de Transmissões de Lisboa e deixa viúva e dois filhos menores.

"As circunstâncias do óbito serão agora investigadas pelas autoridades. Esclareço apenas que estava à civil e não de serviço", referiu, ao CM, o tenente-coronel Vicente Pereira, porta-voz do Exército.
sargento-ajudante do Exército INEM A24 Sande Valdigem Lamego GNR Vicente Pereira Rodrigo Pinto queda
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)