Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Suspeito em fuga desde 2016 atira a matar contra carro em que seguia um casal e uma criança

Homem foi detido pela PJ de Setúbal e ficou esta terça-feira em prisão preventiva.
Sérgio A. Vitorino 28 de Agosto de 2019 às 01:30
PJ de Setúbal
Polícia Judiciária
PJ de Setúbal
Polícia Judiciária
PJ de Setúbal
Polícia Judiciária

Um homem de 33 anos que estava em fuga desde 2016, quando atingiu um homem com dois tiros pelas costas, tentando matá-lo, no Barreiro, voltou nos últimos meses a usar armas contra rivais - atirando mesmo para matar contra um carro em que seguia um casal com uma criança. Foi detido pela PJ de Setúbal e ficou esta terça-feira em prisão preventiva.

Segundo apurou o CM junto de fonte policial, em abril de 2016 o homem, que se diz ladrilhador de profissão mas nunca terá exercido, envolveu-se num desentendimento no interior de uma discoteca. Foi esbofeteado por outro homem, de um grupo maior, e saiu para o exterior.

Foi buscar uma pistola de calibre 6.35 mm e fez uma espera ao rival. Quando este saiu do estabelecimento, já rodeado de um grupo menor, foi interpelado pelo agressor e atingido duas vezes pelas costas. A vítima, atualmente com 23 anos, esteve vários dias hospitalizada.

O atirador - ilegal em Portugal - terá fugido do País, provavelmente para França, onde tinha amigos. Manteve-se escondido até ao final do ano passado, altura em que voltou ao Barreiro e, de novo, se envolveu num desentendimento numa discoteca. Voltou a fazer espera ao rival da ocasião e, com uma caçadeira, efetuou vários disparos contra o carro em que o homem seguia com a mulher e uma filha.

Andou de novo escondido até sexta-feira passada, quando invadiu de caçadeira em punho a casa de um seu conhecido com quem se desentendeu. Por sorte, o homem não estava no local - apenas a mãe - e escapou.

PJ Barreiro Setúbal crime lei e justiça polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)