Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Taxista em pânico com um sósia burlão

Ângelo Filipe é fisicamente parecido com o impostor.
Isabel Jordão 14 de Março de 2016 às 14:43
Ângelo Filipe militar da GNR reformado é hoje taxista na praça em Fungalvaz, no concelho de Torres Novas
Ângelo Filipe militar da GNR reformado é hoje taxista na praça em Fungalvaz, no concelho de Torres Novas FOTO: Pedro Pires Vieira
Um taxista com praça em Fungalvaz, Torres Novas, queixou-se às autoridades de estar a ser confundido com outro homem, suspeito de burlas na zona, que é muito parecido com ele.

Ângelo Filipe, de 55 anos, é taxista há seis, depois de se ter reformado da GNR, e não esperava viver dias tão complicados, em que sente em risco a confiança da população. Em janeiro, começou a notar "olhares de intimidação, como se tivesse feito um crime, sem perceber porquê", relatou ao CM.

Até que um cliente lhe contou que um homem "tal e qual ele" lhe bateu à porta a fazer perguntas sobre a reforma, fazendo-se passar por "doutor da Segurança Social". Ângelo percebeu que "ali havia marosca", tanto mais que, uns dias depois, avistou um carro com um condutor com a sua fisionomia e um comportamento suspeito.

Reuniu toda a informação que foi possível e participou o caso à GNR de Torres Novas e depois à PSP. Mas não ficou mais descansado pois receia vir a ser agredido por algum familiar de uma vítima do burlão.

"Ainda levo um tiro ou facada de algum genro ou neto de uma vítima, sem ter tempo de me defender", conta Ângelo Filipe, que já não sabe o que fazer mais.

É certo que o burlão não se faz passar por ele, mas as parecenças físicas entre ambos fazem com que não possa andar descansado com receio de ser confundido.

"As pessoas dizem que tem a minha altura, cara branca, semelhante à minha, e até usa um casaco claro como o meu", descreve o taxista.
taxista burlão sósia Ângelo Filipe Fungalvaz Torres Novas
Ver comentários