Correio da Manhã

Crianças internadas em pediatrias embarcam por um dia no Navio Escola Sagres
Foto CMTV
Foto miguel Veterano Júnior
Navio Escola Sagres
Por Lusa | 10:55
  • Partilhe
A bordo seguem desenhos feitos pelos jovens que narram os 700 anos da Marinha Portuguesa.

Cerca de 20 crianças internadas em pediatrias do Sistema Nacional de Saúde (SNS) vão embarcar, por um dia, no Navio Escola Sagres, onde, a bordo, seguem desenhos feitos por estes jovens que narram os 700 anos da Marinha Portuguesa.

No âmbito do projeto "Marinheiros da Esperança", crianças e jovens internados em várias pediatrias do país fizeram desenhos e ilustram num livro a relação de Portugal com o mar. Estes desenhos e o livro estão a bordo do Navio Escola Sagres desde 27 de abril, quando o navio partiu do Alfeite e rumou aos Estados Unidos, Canadá, Curaçao e Colômbia, regressando depois a Portugal pelos Açores, além de passar por Faro.

Esta viagem do Navio Escola Sagres termina no domingo com o embarque destas 20 crianças que participaram no projeto, além das respetivas famílias, explicou à Lusa Ana Príncipe, do Hospital de São João, no Porto, e responsável pelos projetos organizados nas pediatrias do SNS.

As crianças, internadas no Instituto Português de Oncologia de Lisboa e hospitais de Santa Maria, Santo António, São João, Matosinhos e Viseu, vão entrar a bordo às 09h00 na Marina de Cascais e o desembarque acontece, ao final da manhã de domingo, na Base Naval de Lisboa.

Antes desta viagem, várias crianças internadas em pediatrias já visitaram o navio para lhe dar as boas-vindas a Portugal, como foi o caso dos "marinheiros da esperança" de Ponta Delgada, Faro, Portimão e Portalegre, adiantou.

PUBLICIDADE
Ana Príncipe afirmou que o projeto "Marinheiros da Esperança" nasceu inspirado nas comemorações dos 700 anos da Marinha Portuguesa e resultou num livro que ilustra, com desenhos realizados por crianças e jovens internados nas pediatrias, "momentos da extraordinária relação de Portugal com o mar".

A mesma responsável referiu que o livro foi oferecido à Marinha Portuguesa em 2017, que depois embarcou no Navio Escola Sagres, além de ter também a bordo outros desenhos feitos por estas crianças e que narram, "em termos resumidos", o que está dentro da ilustração, disse.

Ana Príncipe afirmou ainda que "a viagem começa porque o livro está a bordo do Sagres para ser entregue às representações diplomáticas portuguesas nos vários postos de mar por onde passou".

Esta viagem a bordo do Navio Escola Sagres vai também permitir que estas crianças e jovens internadas nas várias pediatrias do país possam completar a página em branco que foi deixada no livro inspirado nos 700 anos da Marinha Portuguesa.

"O livro termina com uma folha em branco para permitir que cada criança possa fazer a sua viagem virtual sobre o futuro", concluiu.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE