Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Aldeia unida por criança

Pais não desistem até encontrar uma solução.
João Nuno Pepino 2 de Novembro de 2015 às 09:43
Os pais Tomé e Susana com o filho Paulo Ferreira
Os pais Tomé e Susana com o filho Paulo Ferreira FOTO: João Nuno Pepino
Com apenas 7 anos de idade, Paulo Ferreira luta há quase um ano contra um tumor no tronco cerebral. Numa das últimas consultas, os pais ouviram da boca dos médicos aquilo que ninguém esperava: não há cura para o caso do Paulinho, uma criança ativa e feliz até lhe ser detetada a doença.

"Não podemos aceitar a resposta. Há sempre esperança e vamos procurá-la", disse ao CM a mãe Susana Ferreira, explicando que a família já procura terapias alternativas no estrangeiro.

A aldeia onde residem, Arruda dos Pisões, e várias outras localidades do concelho de Rio Maior sensibilizaram-se com o caso e estão a organizar ações de angariação de fundos para o Paulinho encontrar um tratamento que o Serviço Nacional de Saúde não lhe garante.

Esta onda de solidariedade envolve a paróquia, associações e coletividades e muitos cidadãos anónimos, que contribuem com o que podem. A família não tem ideia de quanto um tratamento fora de Portugal poderá custar, mas sabe que "a vida de uma criança não tem preço", como refere o pai, Tomé Ferreira.

Arruda dos Pisões Rio Maior Serviço Nacional de Saúde tumor no tronco cerebral união
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)