Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Caparica teme avanço do mar

Ondulação provocou estragos nos acessos à praia.
Igor Gonçalves e Marta Louro 28 de Outubro de 2015 às 15:52
Os estragos na Costa da Caparica
Os estragos na Costa da Caparica FOTO: Pedro Simões

A forte agitação marítima desta terça-feira levou o mar a galgar o paredão da Costa da Caparica (Almada) e chegou a ameaçar vários bares e restaurantes. No Tarquínio, as escadas de acesso à praia estão partidas e há toros de madeira no local. A população teme que o avanço do mar repita os estragos de 2014.

António Ramos, proprietário do restaurante Barbas, receia que volte a acontecer o mesmo dos últimos dois anos, quando o mar galgou o paredão, arrastou terra, pedras e fez estragos de valor incalculável. "Tenho receio de que aconteça o mesmo, mas pelo que vejo ainda vai ser pior", alerta António Ramos.

Após os estragos de 2014, as praias da frente urbana da Costa da Caparica foram intervencionadas, com reforço de areia, do paredão e pontões. "Ao que tudo indica, as obras não adiantaram de nada, porque pelo que vejo isto está cada vez pior", afirma Hélder Santos, residente na Costa e pescador lúdico, sugerindo "a construção de um muro de lés a lés, que protegesse mais as pessoas, os bares e os restaurantes".

Mais a norte, em Ovar, a forte ondulação também foi responsável por estragos em bares junto à praia. No Furadouro, o ‘1/2 praia’ vai ter de ser demolido depois de as ondas terem destruído grande parte da estrutura. O autarca Salvador Malheiro exige obras urgentes no local, para evitar estragos e prejuízos ainda mais graves. Em Espinho também se registaram danos provocados pela força do mar. Na Póvoa de Varzim, a avenida dos Banhos foi interditada.

As previsões meteorológicas apontam para que, até ao final desta quarta-feira, se verifiquem ondas de cinco metros. Esta quinta-feira o mar dá tréguas, mas a ondulação regressa em força na sexta.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)