Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Comprimidos contra calvície diminuem vontade de beber

Preferia acabar com a queda de cabelo ou preservar o gosto por bebidas alcoólicas e uma vida sexual ativa?
15 de Junho de 2013 às 09:38
Cerca de dois terços daqueles que tomam Finasteride tendem a consumir menos bebidas alcoólicas
Cerca de dois terços daqueles que tomam Finasteride tendem a consumir menos bebidas alcoólicas FOTO: Reuters

Novos estudos da Universidade George Washington revelam que os homens que tomam comprimidos para combater a calvície têm tendência a perder o gosto pelo álcool e a ter cada vez menos desejo sexual, avança o jornal britânico 'Daily Mail'.

Cerca de dois terços daqueles que tomam Finasterida, também conhecido como Propecia, um medicamento indicado para acabar com a queda de cabelo, tendem a consumir menos bebidas alcoólicas, mesmo depois de pararem de ingerir estes comprimidos.

Os investigadores ainda não sabem o que causa esta falta de vontade de ingerir álcool, mas afirmam que o medicamento reduz a produção de neuroesteróides, a hormona responsável pelo desejo de bebidas alcoólicas, lê-se no site do 'Daily Mail'.

Muitos dos homens que tomam este medicamento têm também uma menor tolerância ao álcool, sentem-se mais ansiosos depois de beber e demoram mais tempo a recuperar dos efeitos causados pela bebida, avança o mesmo estudo.

A investigação explica ainda que a vida sexual daqueles que tomam comprimidos para combater a calvície também sofre grandes mudanças. O estudo revela que muitos homens que tomam Finasterida apresentam um decréscimo do desejo sexual, disfunções erécteis e dificuldades em atingir o orgasmo.

carecas calvície finasterida estudo cabelo álcool sexo desejo bebida
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)