Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Diogo Faro deportado do Irão "por ser comediante"

Comediante português esteve, após 24 horas de viagem, oito horas à espera "sem descansar, sem comer" e sem o passaporte.
2 de Abril de 2019 às 16:19
Diogo Faro deportado do Irão 'por ser comediante'
Diogo Faro deportado do Irão 'por ser comediante'
Diogo Faro deportado do Irão 'por ser comediante'
Diogo Faro deportado do Irão 'por ser comediante'
Diogo Faro deportado do Irão 'por ser comediante'
Diogo Faro deportado do Irão 'por ser comediante'

O comediante português Diogo Faro foi esta terça-feira deportado do Irão. "A única explicação que encontro é o facto de ser comediante", disse à SÁBADO. "Eu disse que era comediante e começaram logo a fazer perguntas sobre ser conhecido em Portugal, de forma evasiva. Comecei a achar aquilo estúpido", contou. 

Diogo Faro - o Sensivelmente Idiota - estava a começar uma viagem de três semanas, já há vários meses planeada, para o Irão. "Do que vi do Irão, amei tudo. É lindo, de facto. Só que fartei-me rápido, já vou andando. Quer dizer, não foi bem assim. Para ser mais correcto, fui deportado por ser comediante - o que pelos vistos é uma profissão tão perigosa para o regime como jornalista ou militar (estas vêm com aviso nos guias)", escreveu no Instagram. 

Todas as pessoas que viajaram no mesmo voo, que aterrou em Teerão, foram autorizadas a entrar no país, garantiu Diogo Faro.

O humorista revela ainda que após 24 horas de viagem, ficou mais oito horas à espera "sem descansar, sem comer" e sem o passaporte. "Começaram a demorar muito tempo com os processos, enquanto toda a gente entrava e eu não. Ainda falei com pessoas que já estiveram cá no Irão, contactos relevantes, tentaram ajudar-me mas não conseguiram fazer nada", contou à SÁBADO. Depois disso, foi informado que seria deportado para o Dubai. 

"Estou super feliz. No fundo, foi como ser barrado no Lux só que a perder ligeiramente mais dinheiro. Claro que não estou nada irritado, na foto estou só a coçar o nariz porque as ditaduras me fazem comichão. Mas também, no fundo, ando para aí a ser marxista cultural, a defender a igualdade de género e os direitos LGBTI, estava à espera de quê? Pus-me mais a jeito que uma mulher de mini-saia", ironizou nas redes sociais. 

Ver esta publicação no Instagram

Do que vi do Irão (foto n2), amei tudo. É lindo, de facto. Só que fartei-me rápido, já vou andando. Quer dizer, não foi bem assim. Para ser mais correcto, fui deportado por ser comediante - o que pelos vistos é uma profissão tão perigosa para o regime como jornalista ou militar (estas vêm com aviso nos guias). Foi bonito. Depois de quase 24h de viagem em que mal dormi, fiquei mais 8 horas à espera sem descansar, sem comer e sem ter o meu passaporte comigo, para agora ser deportado. Estou super feliz. No fundo, foi como ser barrado no Lux só que a perder ligeiramente mais dinheiro. Claro que não estou nada irritado, na foto n1 estou só a coçar o nariz porque as ditaduras me fazem comichão. Mas também, no fundo, ando para aí a ser marxista cultural, a defender a igualdade de género e os direitos LGBTI, estava à espera de quê? Pus-me mais a jeito que uma mulher de mini-saia. Continuo com muita curiosidade sobre este país e este povo, mas agora vou ter de me acalmar uns anos antes de voltar a tentar. #sensivelmenteidiotanoirão #quase

Uma publicação partilhada por Diogo Faro (@diogofaroidiota) a

Instagram Diogo Faro Irão Portugal Sensivelmente Idiota Teerão Lux Dubai LGBTI Abr PDT política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)