Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Escolas querem cozinhar refeições dos alunos

Diretores afiançam que comida teriam mais qualidade.
Bernardo Esteves 27 de Novembro de 2017 às 01:30
Refeições escolares alvo de queixas
Escola de Oeiras serviu frango cru às crianças
Aluna filma lagarta viva em salada da cantina
Refeições escolares alvo de queixas
Escola de Oeiras serviu frango cru às crianças
Aluna filma lagarta viva em salada da cantina
Refeições escolares alvo de queixas
Escola de Oeiras serviu frango cru às crianças
Aluna filma lagarta viva em salada da cantina
Os diretores querem que o Ministério da Educação autorize que as refeições voltem a ser confecionadas nas escolas. "O ME devia dar hipótese às escolas de voltarem a cozinhar as refeições", defende Filinto Lima, presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas.

Nos últimos tempos têm-se sucedido as denúncias de refeições escolares sem qualidade e com pouca quantidade, servidas por empresas de catering. "Em escolas como a minha, com cozinha própria, as refeições são muito melhores em qualidade e quantidade", garante Filinto Lima, que dirige o agrupamento Dr. Costa Matos, em Vila Nova de Gaia.

O dirigente admite que as escolas teriam de contratar mais funcionários, mas frisa que já possuem os equipamentos. Filinto Lima critica que o preço mais baixo seja o único critério para atribuição dos contratos às firmas de catering.

O Estado paga às empresas entre 1,18€ e 1,47€ por refeição. "Com valores assim, as empresas tentam ‘espremer’ ao máximo e não cumprem o caderno de encargos. É preciso coragem política para aplicar coimas", disse.

PORMENORES 
Empresas gerem 67%
Nas escolas de 2º e 3º ciclo e no secundário existem 1148 refeitórios. Em 776 (67%), a comida é feita por empresas de catering, em 348 é cozinhada nas escolas e 24 são de gestão autárquica. Só a Uniself gere 600.

Queixas em plataforma
O Ministério tem promovido reuniões com diretores pelo país, avisando para reportar numa plataforma eletrónica os incumprimentos das empresas. As câmaras de Cascais e Palmela confirmaram já ter aplicado coimas à Uniself devido a incumprimentos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)