Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

“Faltam médicos": Centros de saúde não conseguem dar resposta ao reencaminhamento dos doentes das Urgências

Governo quer aliviar afluência aos hospitais com envio de doentes para centros locais.
João Saramago 25 de Novembro de 2022 às 01:30
Exclusivos
Doentes são expostos à chuva e 
ao frio para acederem 
às Urgências do Hospital de Torres Vedras.
Doentes são expostos à chuva e 
ao frio para acederem 
às Urgências do Hospital de Torres Vedras. FOTO: fotos Carlos Barroso
Os Centros de Saúde não têm capacidade de resposta ao reencaminhamento dos doentes das Urgências. “Faltam médicos, é necessária simplificação administrativa e um reforço das Unidade de Saúde Familiar”, disse ao CM o presidente da Associação Nacional de Unidade de Saúde Familiar, André Biscaia.

As limitações apontadas ocorrem no mesmo dia em que o tempo de espera para urgentes com pulseira amarela em Vila Franca de Xira foi de quatro horas e no Santa Maria (Lisboa) de três horas, sendo que o tempo máximo recomendado é de uma hora.



Urgências Lisboa André Biscaia Centros de Saúde Unidade de Saúde Familiar saúde organizações de saúde
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas

Clube CM+ Conheça todas as vantagens e produtos exclusivos para os assinantes do Correio da Manhã

Receba o 5º volume da coleção de DVDs sobre Fátima. Exclusivo para assinantes

Ver Mais

Fique a conhecer Stephen Hawking e Alan Turing, grandes inovadores que marcaram os séculos XX e XXI. Faça já download do 15º volume de "30 Figuras Inspiradoras do Nosso Tempo".

Ver Mais

Fique a conhecer Muhammad Yunus e Beatriz Ângelo, o empreendedor e a ativista que marcaram os séculos XIX e XX. Faça já download do 14º volume de "30 Figuras Inspiradoras do Nosso Tempo".

Ver Mais

Jogo à Descoberta de Portugal: o presente de Natal perfeito para os mais pequenos.

Ver Mais