Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

“Gasto calórico, autoestima e melhor sono”: personal trainer enumera benefícios do exercício físico durante quarentena

É essencial que os mais pequenos continuem a praticar exercício dentro de casa.
Vanessa Fidalgo 23 de Abril de 2020 às 09:30
David Gião, personal trainer
David Gião, personal trainer FOTO: Direitos Reservados

Motivar as crianças para a prática de atividade física nunca foi tão importante como agora. O personal trainer David Gião explica como pô-los a mexer em casa.

CM  - Que importância tem a atividade física para crianças em isolamento?
David Gião- As crianças estão numa fase de desenvolvimento das suas capacidades motoras (força, velocidade, resistência, flexibilidade, ritmo, equilíbrio, orientação espacial, coordenação, etc.) e a obesidade infantil continua a ser uma das grandes lutas deste século. A atividade física vai levar ao aumento do gasto calórico diário, influencia a autoestima e pode ser um excelente auxílio na regulação do sono neste tempo de isolamento. 

- O que podem fazer em casa? 
- Podem começar pela seleção das brincadeiras. Deste modo, retira-se a carga e a pressão das crianças terem de fazer bem determinado exercício, aprendendo enquanto brincam.  Pode-se incentivar a locomoção de várias formas (gatinhar, andar à caranguejo, andar à urso, de costas, sobre um apoio), jogos que estimulem a precisão (lançar a bola para uma caixa, fazer balizas com as portas, usar as raquetes de praia), fazer exercício de ritmo e dança e praticar elementos de ginástica (rolamentos, ponte, avião) sempre garantindo a segurança da criança.

- Deve ser um hábito diário? Quais as horas mais favoráveis?
- No mínimo, deve manter-se a rotina que se tem na escola - dois ou três dias de atividade física durante a semana. É importante ajustar o horário, lembrando que brincadeiras mais agitadas devem ser mais cedo e ir acalmando à medida que se aproxima a hora de dormir, para não prejudicar o sono. É importante manter a regularidade.

Ver comentários