Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Governo tenta acabar com seleção de alunos

Prioridade na matrícula a estudantes com Ação Social Escolar.
Bernardo Esteves 29 de Março de 2018 às 08:28
Prioridades nas matrículas vão mudar já no próximo ano letivo
Professor
Sala de aula
Sala de aula
Prioridades nas matrículas vão mudar já no próximo ano letivo
Professor
Sala de aula
Sala de aula
Prioridades nas matrículas vão mudar já no próximo ano letivo
Professor
Sala de aula
Sala de aula
Os alunos de famílias carenciadas que beneficiam de Ação Social Escolar (ASE) vão ter prioridade na escolha da escola da sua zona de residência em relação aos restantes alunos já no próximo ano letivo.

A medida vai constar no despacho sobre matrículas que está em processo de audiência prévia até à próxima semana, anunciou no Parlamento a secretária de Estado da Educação, Alexandra Leitão.

"Será dada prioridade aos alunos com Apoio Social Escolar", afirmou. A primeira prioridade é dos alunos com necessidades educativas especiais, seguindo-se os que já frequentam a escola, depois vêm os que já têm irmãos matriculados na escola e finalmente aparece o critério da zona de residência ou de trabalho. É aqui que surge a mudança, e os alunos com ASE passam a ter prioridade em relação aos restantes.

"Parece-me que se pretende acabar com a seleção de alunos e evitar que haja aglomeração de alunos carenciados em algumas escolas. Vamos ver como funciona", disse ao CM Jorge Ascensão, da Confederação Nacional de Associações de Pais.

Para Filinto Lima, da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas, "esta pode ser a resposta ao problema das moradas falsas".

"A acreditar que existe seleção de alunos, como afirma o investigador Joaquim Azevedo, esta medida pode ajudar a atenuá-la", disse.
Ver comentários