Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Gripe A fecha duas escolas

O Externato das Pedralvas, em Benfica, encerrou ontem após terem sido detectados cinco casos de vírus H1N1: uma criança de dois anos, que regressou do México há uma semana, acabou por infectar outras quatro crianças, de dois e quatro anos. O estabelecimento de ensino, que acolhe cerca de duzentas crianças, estará encerrado até dia 20 e vai ser desinfectado.
8 de Julho de 2009 às 00:30
Externato em Benfica foi a primeira escola a fechar
Externato em Benfica foi a primeira escola a fechar FOTO: Sérgio Lemos

Em Ponta Delgada, a Creche Nossa Senhora do Livramento, frequentada por 30 crianças, também foi fechada, após confirmação de um caso de gripe A numa das crianças. Portugal regista já 57 casos de infecção com H1N1, dos quais nove por transmissão secundária.

A ministra da Saúde, Ana Jorge, garantiu ao final da tarde que o País já decidiu fazer uma pré-reserva de vacinas para 30 por cento da população. 'Não haverá vacina em lado algum antes do fim de Novembro, início de Dezembro, porque há a necessidade de a fabricar, fazer ensaios clínicos e só depois haverá garantia de qualidade', explicou Ana Jorge. Ainda não estão definidos quais os grupos prioritários para a administração da vacina.

A tutela mostrou preocupação com o início das aulas em Setembro. O secretário de Estado da Saúde, Manuel Pizarro, assegurou que 'estão a ser feitos esforços para que todas as escolas estejam preparadas' e garantiu que 'algumas têm plano de contingência'. 'Na reabertura das escolas teremos de avaliar qual a situação epidemiológica', sustentou.

No Externato das Pedralvas, o dia foi de agitação, com a presença de pais, delegado de saúde, médicos e enfermeiros. De acordo com Ana Maria Seixas, directora do Externato, o primeiro caso foi conhecido anteontem, altura em que a responsável contactou os encarregados de educação. 'A mãe dessa criança telefonou a dizer que o filho estava internado e que tinha gripe A. Dez minutos depois, telefonou-nos a delegada de saúde a confirmar o caso, mas dizendo que a criança já estava em casa. Avisei todos os pais dessa sala e da sala ao lado. Os pais foram vindo e fomos explicando a situação'.

As crianças foram tratadas com Ozeltamivir (Tamiflu), tal como os funcionários, e estão a recuperar em casa, por indicação dos médicos do Hospital D. Estefânia.

MENINO VIAJOU PARA O MÉXICO

O surto de gripe A no Externato das Pedralvas, em Lisboa, teve origem numa criança de dois anos que viajou para o México e regressou na passada quarta-feira, tendo frequentado a escola durante quinta e sexta-feira. Segundo Ana Maria Seixas, directora do externato, só na segunda-feira a mãe dessa criança terá contactado a escola, dando conhecimento de que o filho teria sido contaminado pelo vírus H1N1.

APONTAMENTOS

RTP TEM PLANO ACTIVADO

A RTP é o único canal com plano de contingência activado. SIC e TVI prometem resposta para hoje, mas o canal de Queluz está a distribuir máscaras aos funcionários que se deslocam para fora do país.

OMS MUDA MÉTODOS

A OMS vai pedir aos países mais afectados pela gripe A para não realizarem análises sistemáticas de laboratório, mas para desenvolverem instrumentos de medição da tendência geral da pandemia.

APOIO PSICOLÓGICO

Especialistas portugueses aconselham apoio psicológico aos infectados com gripe A.O Ministério da Saúde considera desnecessário.

REACÇÕES

'Lamento que os pais tenham ido com essa criança para o México e não tenham avisado a escola. Agora vou levar o meu filho ao pediatra.' (Mafalda Flores, mãe)

'Disseram para não nos assustarmos. Também não estou assustada. Mas a minha neta vai ficar em casa porque penso que é mais seguro.' (Maria José, avó)

NOTAS

OMS: RESISTÊNCIA AO TAMIFLU

A Organização Mundial da Saúde (OMS) assegura que os casos de gripe A (H1N1) resistentes ao antiviral Tamiflu, registados da Dinamarca,Japão e Hong Kong, são situações isoladas.

FUTEBOL: SOLICITA AUDIÊNCIA

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, Hermínio Loureiro, pediu uma audiência à ministra da Saúde, Ana Jorge, para discutir planos de contingência para os campeonatos.

EUA: QUASE 34 MIL CASOS

O país com mais casos confirmados de gripe Aé os Estados Unidos, com 33 902 análises em laboratório positivas. É também o que mais mortes já registou: 170.

Ver comentários