Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Lisboa mostra nova feira a investidores

Concurso para Feira Popular deve ser lançado este ano.
Cláudia Machado e Joana Nogueira 22 de Fevereiro de 2017 às 08:42
Empresários protestaram junto ao Ministério das Finanças, em Lisboa, para exigirem medidas de apoio ao setor
Empresários protestaram junto ao Ministério das Finanças, em Lisboa, para exigirem medidas de apoio ao setor FOTO: Miguel A. Lopes/Lusa
Os protestos dos empresários do setor das diversões foram ontem mais silenciosos na rua - taparam a boca com fita-cola em frente ao Ministério das Finanças -, mas continuaram a fazer-se ouvir na sessão pública de apresentação da nova Feira Popular de Lisboa a possíveis investidores.

"Estamos disponíveis e preparados para dar sugestões", disse Luís Fernandes, presidente da Associação de Empresas de Diversão. A autarquia, que recebe opiniões sobre o projeto até 21 de março, revelou as linhas gerais para o novo espaço: os bilhetes de entrada no recinto podem "no máximo" chegar aos três euros e é procurado um investimento entre os 60 e os 70 milhões de euros. Quanto ao projeto, "creio que no início de 2018 teremos o parque verde [em Carnide] concluído", garantiu o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, sem deixar uma data concreta para o concurso público de exploração. "Conto que o lancemos em 2017", disse.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)