Médicos e enfermeira julgados por morte no Porto

Técnico de informática, de 32 anos, faleceu após ser operado às amígdalas e à tiroide.
Por Ana Isabel Fonseca|12.09.18
  • partilhe
  • 5
  • +
Três médicos e uma enfermeira vão ser julgados em outubro no Tribunal do Bolhão pelo crime de homicídio por negligência. Em causa está a morte de um técnico de informática, de 32 anos, após ser operado às amígdalas e à tiroide, a 8 de outubro de 2010 na Ordem Terceira de São Francisco, no Porto.

Manuel Carvalho não terá sido, segundo a acusação, devidamente vigiado no pós-operatório e morreu por asfixia devido a um edema (inchaço) na laringe.

O Ministério Público diz que o doente só esteve com vigilância permanente durante 1h10, tempo que considera insuficiente face "ao potencial risco das cirurgias". O procurador considera mesmo que ao omitirem essa vigilância os arguidos "demitiram-se dos mais elementares deveres de cuidado".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!