Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Opus Dei integra 1625 portugueses

"Na Opus Dei não faltam pessoas em situação de pobreza", diz vigário regional, monsenhor José Rafael Espírito Santo.
João Saramago 27 de Outubro de 2021 às 08:17
Monsenhor José Rafael Espírito Santo revelou dados da obra católica
Monsenhor José Rafael Espírito Santo revelou dados da obra católica FOTO: Lusa
A obra católica Opus Dei, há 75 anos em Portugal, conta com 1625 membros, segundo divulgou o vigário regional, monsenhor José Rafael Espírito Santo. A maioria são mulheres - quase o dobro do número de homens. E mais de 1100 são casados ou solteiros sem compromisso de celibato. A Opus Dei, em Portugal, conta também com 89 padres.

Existem ainda cerca de três mil cooperadores, que não pertencem à Opus Dei, e podem não ser católicos, nem crentes, mas apoiam a organização.

Uma das imagens associada à Opus Dei prende-se com as mortificações corporais, como o uso do cilício. Engenheiro civil de profissão, José Rafael Espírito Santo, 62 anos, explicou que "as expressões de penitência corporal (...), embora pertençam à vida da Igreja e são por ela aceites [o Papa Francisco em 2017 afirmou ter feito a experiência e referiu o seu sentido positivo], não são de todo essenciais, e a maioria das pessoas da Opus Dei não as vive".

Espírito Santo acrescenta que "na Opus Dei não faltam pessoas em situação de pobreza, sobretudo neste tempo de pós-pandemia" e recorda o contributo da irmã Lúcia para a instalação da obra em Portugal: "Pediu insistentemente ao fundador [Escrivá de Balaguer, 1902-1975] que fosse a Portugal, para poder assim apressar os começos do trabalho da Opus Dei em terras portuguesas."
Ver comentários