Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Padre coloca de lado o sacerdócio para viver amor ao lado de ajudante da paróquia

Giuliano Costalunga diz, no entanto, que vai todos os domingos à missa e que não abdica da comunhão.
13 de Julho de 2018 às 15:08

Giuliano Costalunga, de 48 anos, era padre em duas localidades italianas mas, no ano passado, colocou de lado o sacerdócio para viver a vida ao lado de Paolo, que o havia ajudado na paróquia. Agora, vivem nas ilhas Canárias, em Espanha.

Giuliano conheceu Paolo num hospital, durante um tratamento para curar um cancro.

Em entrevista às agências EPA e EFE, Giuliano explicou que a amizade transformou-se em amor. "Assim que percebia que o amava, deixei a paróquia, comecei a morar com ele, e, apesar de não ter paróquia fixa, ainda era padre e celebrava missas quando me chamavam", disse. 

Tanto Giuliano como Paolo decidiram ir morar para as ilhas Canárias por considerarem que lá se respeitam os direitos da comunidade homossexual. "É uma ilha maravilhosa, onde há dignidade", afirmou. 

Apesar de ter colocado de lado o sacerdócio, Giuliano diz que vai todos os domingos à missa e que não abdica da comunhão.

Paolo Giuliano Costalunga EPA Espanha Canárias EFE questões sociais religião
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)