Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Papa passa por Fátima sem receber políticos

Reitor do santuário diz que Francisco vem apenas para rezar no coração espiritual do País.
Isabel Jordão 11 de Fevereiro de 2017 às 01:30
As cerimónias de 12 e 13 de maio vão contar com a presença do Papa Francisco
As cerimónias de 12 e 13 de maio vão contar com a presença do Papa Francisco FOTO: Rui Miguel Pedrosa
A visita do Papa Francisco a Fátima, a 12 e 13 de maio, não inclui encontros nem receções com políticos, apesar de terem sido convidados os chefes de Estado da América Latina e dos Países de Língua Oficial Portuguesa.

"O Papa vem apenas para celebrações, para rezar em Fátima e com os portugueses, neste santuário que é o coração espiritual de Portugal", disse ontem o reitor do Santuário de Fátima, padre Carlos Cabecinhas, adiantando que "não há encontros nem receções previstas".

Carlos Cabecinhas, que é também o coordenador geral da visita do Papa Francisco a Fátima, disse que o programa oficial será divulgado dois meses antes, pelo Vaticano. "A visita responde a um convite dos bispos e do Presidente da República e pretende ser uma ação de graças pelo dom que é Fátima para a igreja e para o Mundo".

É esperado um aumento da afluência de peregrinos e os que não conseguirem entrar no recinto poderão acompanhar as celebrações através dos ecrãs gigantes que serão colocados nas zonas envolventes. A estrutura de apoio aos peregrinos que chegam a pé será reforçada.

O Papa Francisco irá entrar no recinto de papamóvel, dada a extensão do caminho a percorrer até ao altar do recinto.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)