Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Portugueses retidos no aeroporto de Madrid devido a greve

Ficaram retidos no aeroporto 160 passageiros, sendo que a maiora são portugueses.
31 de Maio de 2015 às 00:20
Passageiros sem voo devid a greve do pessoal de terra da Ryanair
Passageiros sem voo devid a greve do pessoal de terra da Ryanair FOTO: Reuters

Cerca de 160 passageiros, a maioria portugueses, estão há cerca de cinco horas retidos no aeroporto de Madrid a aguardar um voo para o Porto que não se concretizou devido a uma greve do pessoal de terra da Ryanair.

Um dos portugueses que se encontra nesta situação explicou à Lusa, a partir do aeroporto de Barajas (Madrid), que o voo estava previsto para as 19h40 de sábado (18h40 em Lisboa), tendo o check-in decorrido "normalmente".

No entanto, o voo para o Porto não se concretizou, tendo os passageiros sido informados de que este iria realizar-se a partir das 21:00, o que também não aconteceu.

"Não sabemos de nada e os ânimos começam a ficar exaltados, pois nem sequer uma refeição nos foi proporcionada", disse Paulo Fernandes, em Madrid.

Este passageiro sabia da greve dos trabalhadores de 'handling' da Ryanair no aeroporto da capital espanhola, mas decidiu insistir no voo que, para já, não tem nova hora marcada.

Segundo Paulo Fernandes, em virtude de alguns protestos dos passageiros, indignados com a falta de informação, mas também de uma refeição, este grupo está a ser vigiado por elementos policiais.

A Lusa tentou contactar o escritório da Ryanair no aeroporto de Madrid, o qual já se encontra encerrado.

 

Madrid Porto Barajas Ryanair greve
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)