Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Presidente da Prio antevê problemas para fazer oleoduto até aeroporto de Lisboa

Pedro Morais Leitão disse que gostaria muito que projeto avançasse, mas lembrou que é um projeto com "um historial de 20 anos".
Lusa 18 de Junho de 2019 às 09:00
Bombas de gasolina da Prio
Bombas de gasolina da Prio FOTO: CMTV

O presidente executivo da Prio antevê várias dificuldades na execução do oleoduto para abastecer o aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, referindo problemas que existiram no passado e que não acredita tenham desaparecido de um dia para o outro.

Em entrevista à agência Lusa, Pedro Morais Leitão disse que "gostaria muito que o projeto [do oleoduto, anunciado há duas semanas pelo Governo] avançasse", mas lembrou que é um projeto com "um historial de 20 anos", em que "existiram problemas", que não terão "desaparecido de um dia para o outro".

"Se é possível o oleoduto, é uma discussão já de longa data. Esses 40 quilómetros [desde Aveiras até ao aeroporto] passam por uma das zonas metropolitanas mais construídas. Fazer passar um oleoduto pelo meio dessa zona urbana vai garantidamente levantar problemas de licenciamento municipal, vai criar, provavelmente, zangas entre presidentes de câmara sobre quem fica com os riscos de segurança que inevitavelmente estão associados a um oleoduto", declarou.

Ver comentários