Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Protestos na TAP e Ryanair atrasam arranque das férias

Cancelamentos e atrasos provocaram grandes filas no aeroporto do Porto.
30 de Março de 2018 às 10:35
Greve na Ryanair
 Ryanair
TAP
TAP
Greve na Ryanair
 Ryanair
TAP
TAP
Greve na Ryanair
 Ryanair
TAP
TAP
A greve dos tripulantes de cabine da Ryanair e o protesto dos pilotos da TAP atrasaram esta quinta-feira o arranque das férias da Páscoa para centenas de portugueses.

Só a Ryanair cancelou pelo menos 20 voos, o que provocou grandes filas junto aos balcões de check-in, principalmente no aeroporto do Porto.

"A adesão à greve chegou aos 90%, embora tivesse pouco impacto para os passageiros", admitiu ao CM Fernando Gandra, do Sindicato do Pessoal de Voo da Aviação Civil. "É que a Ryanair trouxe tripulantes de outros países para operarem voos nacionais", acrescentou.

"Sem pudor e sem vergonha, a Ryanair está a ir contra a lei portuguesa. Por isso, vamos fazer queixa ao Ministério Público", anunciou Fernando Gandra.

Já no caso da TAP, depois das dezenas de cancelamentos dos últimos dias, ontem ficaram em terra pelo menos dois aparelhos devido à recusa dos pilotos em abdicar do período legal de descanso a que têm direito. O CM contactou a empresa, que nunca respondeu às perguntas.

Prevista neve a partir dos 600 metros 
A quadra pascal em Portugal vai ficar marcada pelo mau tempo. Está prevista queda de neve a partir dos 600 metros até à madrugada de amanhã.

Ondulação até aos 10 metros de altura
Na costa, as previsões são de ondulação forte, que pode atingir os 10 metros entre hoje e amanhã. Há ainda previsão de chuva e vento forte, para além do frio.
Ver comentários