Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Turismo antevê drama após Verão

O fim do Verão assusta o Algarve. "Este ano, o número de unidades turísticas encerradas na época baixa deverá aumentar ainda mais, o que terá reflexos muitos negativos no desemprego", alerta Elidérico Viegas, presidente da principal associação turística algarvia (AHETA).

26 de Agosto de 2012 às 01:00
Algarve perdeu 10 por cento de turistas nacionais e 20 por cento do mercado espanhol
Algarve perdeu 10 por cento de turistas nacionais e 20 por cento do mercado espanhol FOTO: Miguel Veterano Júnior

O responsável refere que a procura até está a superar as estimativas: "Temos uma descida de cerca de 10% no mercado português e de 20% no espanhol, mas que é compensada pela subida de praticamente todos os outros mercados externos". Mas, adianta, para conseguir atrair turistas, os hoteleiros tiveram de baixar os preços. "Globalmente, as receitas irão cair entre 4 a 5%".

Na restauração e comércio, porém, está a notar-se "uma quebra muito grande no consumo", diz João Rosado, presidente da Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve (ACRAL). "Existe agora receio que, após meados de Setembro, muitos estabelecimento fechem portas, alguns de forma definitiva", frisa.

No resto do País, o cenário é igual: a restauração sofre, mas a hotelaria consegue sobreviver a um ano de rigorosa austeridade. Na região Oeste, por exemplo, o Verão es-tá a ser "excelente", segundo o presidente do Turismo do Oeste, António Carneiro.

"Houve vários factores quealteraram a realidade da região em termos de procura, nomeadamente as condições atmosféricas excepcionais. Nos anos anteriores as pessoas chegavam aos hotéis e o mar estava bravoe a água fria. Este ano isso não aconteceu. É um Verão como ninguém se lembra, em termos de temperatura de água e do ar. Há hotéis que não baixaram preços e estão cheios", disse.

A excepção a este optimismo é a restauração. De acordo com António Carneiro, esta área "é mais preocupante e dramática, por causa do IVA: "A facturação não aumentou e os impostos subiram brutalmente".

TEMPERATURA DA ÁGUA MUDA COM O VENTO

No início do Verão a temperatura da água do mar era fria, incluindo no Algarve. Agora, está mais quente e em praias onde não é comum. A explicação está na alteração do regime de vento. "Em Julho havia muito vento e as águas eram frias. A temperatura da água atingiu os 15 graus. Neste momento, a menorintensidade do vento justificaa subida da temperatura e as águas quentes, que rondam os 20 graus. É normal, pois há mais sol", explicou ao CM fonte do Instituto de Meteorologia.

VERÃO TURISMO ALGARVE HOTELARIA PRAIAS
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)