Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Vaca morta na rua causa indignação

Animal foi atropelado sexta-feira à noite.
Liliana Rodrigues 2 de Novembro de 2015 às 20:50
Cadáver de bovino ficou encostado junto à EN103, em Serzedelo, Póvoa de Lanhoso
Cadáver de bovino ficou encostado junto à EN103, em Serzedelo, Póvoa de Lanhoso FOTO: Nuno Fernandes Veiga
Uma vaca morta, atropelada num acidente que envolveu dois automóveis, ficou abandonada na berma da EN103, em Serzedelo, Póvoa de Lanhoso, desde sexta-feira à noite. Só durante esta segunda-feira é que a carcaça em avançado estado de decomposição deverá ser recolhida.

Ao CM, a GNR garante que informou a SIRCA – empresa que recolhe os animas mortos –, que só atua em dias úteis. Pelo telefone, a SIRCA apenas mantém uma gravação automática.

O caso deixou indignadas centenas de pessoas que utilizam a movimentada estrada que liga Braga ao Gerês. No local, o cheiro é intenso e nauseabundo, tendo o animal um largo golpe na barriga e vísceras espalhadas pelo chão. O cenário é de insalubridade, com dezenas de moscas a rondar a carcaça do bovino, cujo dono não foi ainda identificado.

"Isto é uma vergonha", era o comentário mais ouvido ontem por quem passava na EN103. "Vim ao local do acidente na sexta-feira à noite e a GNR disse-me que ia mandar levantar o cadáver no sábado de manhã. Pensei que estava resolvido, mas não. Decidi pôr um plástico para não parecer tão mal, está de facto uma situação degradante", disse Álvaro Vieira, membro da Junta de Serzedelo, ao início da tarde de ontem, mais de 36 horas depois do acidente.

vaca animal atropelamento GNR SIRCA EN103 Póvoa de Lanhoso
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)