Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
5

App Store alvo de ciberataque

Apple já confirmou ataque e suspendeu várias apps.
J.S. 21 de Setembro de 2015 às 15:50
Loja de aplicações da Apple foi alvo de um ciberataque que pode afetar milhares de utilizadores em todo o mundo
Loja de aplicações da Apple foi alvo de um ciberataque que pode afetar milhares de utilizadores em todo o mundo FOTO: D.R.

A Apple já confirmou o ciberataque à App Store. A empresa de Tim Cook viu-se obrigada a suspender dezenas de aplicações, maioritariamente chinesas, de modo a não comprometer a segurança dos utilizadores.

A marca da maçã explicou que cerca de 40 apps foram criadas com uma versão falsa do seu software de desenvolvimento de aplicações, o Xcode. Isto poderá ter acontecido por engano e a marca está agora a confirmar com os programadores a utilização do software certificado para que as apps sejam de novo colocadas na App Store.

"Removemos da App Store todas as apps que sabíamos terem sido criadas com este software falso. Estamos a trabalhar com os programadores para nos certificarmos de que estão a usar a versão correta do Xcode para refazerem as suas apps", disse Christine Monaghan, porta-voz da Apple, em declarações à agência Reuters.

As aplicações infetadas podem, durante o tempo que estiveram disponíveis, ter recolhido dados dos utilizadores e tê-los enviado para piratas informáticos.

Para já a Apple não revelou o número de utilizadores afetados, nem como devem proceder mas sabe-se que uma das aplicações atingida foi o WeChat, a versão chinesa do WhatsApp, que é utilizada por 600 milhões de pessoas, principalmente neste país.


Apple App Store Tim Cook Christine Monaghan vírus ciberataque WeChat segurança
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)