Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
6

Asteróide em rota de colisão com a Terra

As probabilidades de colisão existem, mas a rocha espacial ainda poderá alterar a sua rota.
13 de Outubro de 2013 às 10:37
Terra e Lua
Terra e Lua FOTO: Getty images

O que já vimos várias vezes no Cinema pode mesmo acontecer. Um asteróide poderá colidir com o planeta Terra em 2880. 1950 DA é o nome deste asteróide, que tem um quilómetro de diâmetro.

As probabilidades da colisão existem, embora sejam pequenas, uma vez que nos 867 anos que nos separam desta eventual catástrofe a rocha poderá alterar a sua rota.

O asteróide foi descoberto a 23 de fevereiro de 1950, porém esteve desaparecido durante 51 anos. Em 2000, voltou a ser visto pelos astrónomos. A equipa de Jon Giorgini, do Laboratório de Propulsão a Jacto da NASA, observou a rocha e os cálculos revelaram uma possível colisão com o nosso planeta a 16 de março de 2880. As probabilidades apontam para que passe apenas a 290 mil quilómetros da Terra.

PODE SUSPIRAR DE ALÍVIO

As estimativas são baseadas na informação disponível no momento, o que quer dizer que há fatores que podem fazer com que o asteróide mude de trajetória. As propriedades físicas da rocha são um desses fatores. À medida que o asteróide viaja pelo Espaço, a luz solar refletida pela sua superfície causa uma pequena aceleração, o que poderá mudar o seu trajeto.

A eventual colisão do asteróide com a Terra desencadearia incêndios, alterações climáticas e maremotos.

Asteróide Planeta Terra Colisão 1950 DA NASA Jon Giorgini Catástrofe
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)