Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
2

CMTV livre para estar em toda a rede de cabo

Cofina assinou novo contrato de três anos para a distribuição do canal do Correio da Manhã na MEO.
Duarte Faria 5 de Dezembro de 2017 às 01:30
CM/CMTV
Redação da CMTV
Redação do Correio da Manhã
CM/CMTV
Redação da CMTV
Redação do Correio da Manhã
CM/CMTV
Redação da CMTV
Redação do Correio da Manhã
A Cofina chegou a acordo com a MEO, da Altice, para a renovação do contrato de distribuição da CMTV na plataforma por mais três anos. O novo acordo é assinado numa altura em que o canal do Correio da Manhã - que ocupa a posição 8 da grelha do MEO desde a fundação, em 2013, e da NOS desde janeiro de 2016 - comemora o 11º mês consecutivo na liderança das audiências no segmento da TV por subscrição.

Esta renovação permitirá ainda à CMTV chegar à oferta das operadores Vodafone e Nowo, nas quais ainda não está presente devido a cláusulas de exclusividade do anterior contrato com a MEO.

"É uma janela de oportunidade que se abre. Temos interesse em estar nas outras operadoras e esta renovação torna isto possível", afirma Luís Santana, administrador da Cofina, que defende que "todos os portugueses merecem ter", o mais depressa possível, "acesso" à televisão do grupo.

Quanto à renovação do acordo com a MEO, Luís Santana considera que este passo "é a prova da vitória de um projeto que, no início, levantou dúvidas mas que provou ser vencedor". "É o reconhecimento pela MEO da valência deste projeto, de que foi um investimento com o retorno aguardado", acrescenta.

Alexandre Fonseca, presidente da MEO, afirma que a operadora "desde o primeiro momento acreditou no potencial deste canal e no impacto que iria ter no audiovisual nacional" e defende que "a capacidade e vontade de ambos os grupos foram fundamentais para o sucesso deste projeto".
cmtv correio da manhã nos canal televisão meo
Ver comentários