Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
7

House sente-se só e desesperado

Hugh Laurie, o protagonista da série ‘House’ (TVI), sente-se só e desesperado. Afastado da família, o actor britânico diz que a sua vida em Hollywood “é uma tragédia”.
18 de Março de 2007 às 00:00
Hugh Laurie cansado de trabalhar 12 a 14 horas por dia
Hugh Laurie cansado de trabalhar 12 a 14 horas por dia FOTO: d.r.
Laurie, que trabalha entre 12 a 14 horas por dia, confessa que “não estava preparado para tudo isto. A verdade é que não tenho vida fora do estúdio. Acabo o trabalho e vou directo para a cama. Isto não é vida.”
Nos poucos tempos livres, o intérprete do insensível, arrogante e insociável ‘dr. Gregory House’ isola-se do mundo. Leva um pequeno barco de pesca até ao largo da Marina Del Roy, em Los Angeles, e encaixa a cabeça nas mãos. É a imagem da solidão e do desespero. “Há alturas em que perco as estribeiras e não me orgulho disso. Ainda há dias esmurrei uma porta”, conta o actor.
Natural de Oxford, Hugh Laurie vive há três anos nos EUA, ou seja, desde que começou a gravar a série. Agora, dizem os amigos, está “farto” e não aguenta mais ficar longe da mulher, Jo Green, com quem está casado há 17 anos, e dos filhos, Charlie, de 15 anos, Bill, de 12, e Rebecca de dez, com quem vai mantendo o contacto através da internet. Laurie tem ainda de lidar com “o excesso de trabalho, lutar com a pronúncia americana e tentar manter a energia durante 12 a 14 horas de gravações, o que arrasa qualquer um”, salienta o protagonista de ‘Dr. House’.
Hugh Laurie, que recebe cerca de 114 mil euros por episódio, foi eleito o homem mais sexy da TV norte-americana, mas aceita com relutância a definição. E não se considera uma estrela, mesmo depois de receber dois Globos de Ouro e o prestigiado prémio Screen Actors Guild.
Ver comentários