Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
2

O Homem que Mordeu o Cão na reforma

'O Homem que Mordeu o Cão’ está a chegar ao fim. Nuno Markl lançou ontem, em Lisboa, o seu último livro deste ciclo, desta feita com o título ‘O Homem que Mordeu o Cão - A Revolução’, a terceira obra que celebra os sete anos que durou a mais bizarra rubrica da história da rádio em Portugal.
7 de Dezembro de 2004 às 00:00
“Quando o estava a escrever, pensava que era mais um livro. Mas com a saída do Pedro Ribeiro da Best Rock para o Rádio Clube Português e agora com o programa de televisão da TVI a acabar em breve, não faz sentido continuar. Também já estava um bocadinho farto das histórias bizarras e, por isso mesmo, é que acedi ao convite da Antena 3”, diz o autor que, na apresentação da obra – que devido a um erro de comunicação com a Texto Editores contou com um número muito restrito de convidados –, foi presenteado com ‘sketchs’ humorísticos protagonizados por João Quadros, Eduardo Madeira e Aldo Lima.
Mas para quem pensa que Nuno Markl vai arrumar a caneta e o papel, desengane-se. O autor vai ‘retirar-se’ até ao final de 2005 – continuando na Antena 3 – para criar um novo programa de televisão para a SIC Radical, saído do programa de rádio ‘Há Vida em Markl’.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)