Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
1

O mais aplaudido

De regresso do Brasil, Hermínio Carvalhinho, protagonista de ‘Ainda há Pastores?’, assegura que esta viagem, a primeira da sua vida, ainda lhe deu mais força para continuar a sua missão: ser pastor.
18 de Junho de 2007 às 00:00
O mais aplaudido
O mais aplaudido FOTO: Wildes Barbosa
O documentário, que estreou em Janeiro na SIC (e logo se tornou num dos programas mais vistos), venceu o primeiro prémio no FICA – Festival Internacional de Cinema e Vídeo de Goiás, Brasil, e transformou o pastor de uma pacata aldeia da Serra da Estrela numa figura mediática.
Num encontro que recebeu mais de dez mil pessoas por dia, o sucesso de ‘Ainda Há Pastores?’ foi “brutal”. Hermínio tornou-se numa das pessoas mais requisitadas pelos media locais e internacionais durante os dias que passou em Goiás e “o filme foi também o mais aplaudido do Festival”, disse ao CM o realizador Jorge Pelicano, depois de receber o troféu.
“Em Goiás o Hermínio estava fascinado com as gostosas que passavam na rua e com o Poço do Sucuri, onde nos banhámos. Ele está felicíssimo, mas quando ouviu que íamos receber o prémio ficou sem fala, não conseguiu dizer nada”, adianta Pelicano, há vários anos repórter de imagem freelancer para a SIC.
Curiosamente, esta inesperada onda de fama só “trouxe a Hermínio mais vontade para continuar a ser pastor. Ele já gostava do que fazia e este mediatismo ainda lhe veio dar mais força”, garantiu Pelicano.
A viagem ao Brasil, a primeira na vida do pastor, protagonizou “momentos maravilhosos”, frisou o realizador. “Tudo isto foi único para Hermínio, desde a saída da montanha ao facto de ter sido a primeira vez que viu o mar e que andou de avião e a aterragem no cockpit, ao lado do piloto. Foi tudo muito emotivo.” Pelicano registou em filme todos os momentos desta aventura, que levou o pastor habituado à serra a sentir o calor tropical de Goiás, e espera incluir as imagens numa segunda edição do DVD, que será lançado amanhã, pelas 18h00, na Fnac do Colombo, em Lisboa.
“À partida não vou usar as imagens num novo documentário. Espero incluí-las numa segunda edição do DVD. Se a primeira, de mil exemplares, correr bem, faremos uma outra, na qual incluiremos então o material desta viagem ao Brasil.”
FASCÍNIO PELA MONTANHA
Hermínio Carvalhinho, pastor de 32 anos, nasceu em Manteigas, numa família numerosa e pouco instruída. Em Casais de Folgosinho, onde há alguns anos cuida mais de cem cabeças de gado, todos o conhecem como “uma boa pessoa”, que gosta da montanha e da música de Quim Barreiros.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)