Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
4

Organizar Eurovisão dá prejuízo de quatro milhões de euros à RTP

Festival vai custar cerca de 20 milhões de euros. Câmara de Lisboa, EBU, patrocínios e receitas de bilheteira financiam 80% do evento.
Duarte Faria 6 de Maio de 2018 às 01:30
Festival da Canção
Aldeia da Eurovisão montada no Terreiro do Paço
Aldeia da Eurovisão montada no Terreiro do Paço
Aldeia da Eurovisão montada no Terreiro do Paço
Aldeia da Eurovisão montada no Terreiro do Paço
Festival da Canção
Aldeia da Eurovisão montada no Terreiro do Paço
Aldeia da Eurovisão montada no Terreiro do Paço
Aldeia da Eurovisão montada no Terreiro do Paço
Aldeia da Eurovisão montada no Terreiro do Paço
Festival da Canção
Aldeia da Eurovisão montada no Terreiro do Paço
Aldeia da Eurovisão montada no Terreiro do Paço
Aldeia da Eurovisão montada no Terreiro do Paço
Aldeia da Eurovisão montada no Terreiro do Paço
As contas ainda não estão totalmente fechadas, mas a realização do Festival Eurovisão da Canção em Portugal deverá saldar-se num prejuízo de cerca de quatro milhões de euros para a RTP.

De acordo com Gonçalo Reis, presidente da empresa pública de rádio e televisão, o evento - que arranca oficialmente hoje com uma gala no MAAT (Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia), em Lisboa - terá um custo total de cerca de 20 milhões de euros.

Ora, a Câmara e o Turismo de Lisboa (que entram com 5 milhões, provenientes da taxa turística), a European Broadcasting Union (EBU) - organizadora do festival -, os patrocínios, a venda de serviços às delegações e as receitas de bilheteira da Altice Arena - cada um dos nove espetáculos vai ter 11 500 espectadores - cobrem cerca de 80% destes custos. Ou seja, cabe à RTP entrar com o restante dinheiro.

Recorde-se que, no Plano de Atividades de 2018, a RTP previa um prejuízo de 13 milhões com a Eurovisão. Segundo o documento, é um "compromisso de grande alcance que a RTP irá gerir numa lógica de eficiência, mas que implica encargos de envergadura".

De resto, e para minimizar o impacto nas contas do grupo, a RTP prevê que uma parte dos 16,3 milhões de euros de aumento de capital previsto para este ano sirva para "financiar o esforço de investimento necessário para fazer face ao evento Festival Eurovisão, dada a situação de obsolescência tecnológica da RTP em várias áreas".

O aumento de capital, que será feito pelo Estado, diz respeito ao "subfinanciamento do serviço público até 2003 de 26,69 milhões de euros, valor sancionado pela Direção-Geral de Concorrência da Comissão Europeia nas suas decisões de 2006 e 2011". No ano passado recebeu os primeiros 10,4 milhões, através de dois aumentos de capital (6,7 milhões de euros realizados em fevereiro e mais 3,7 milhões no final de dezembro).

Ensaios continuam na Altice Arena 
Os ensaios dos artistas que vão atuar nas semifinais (terça e quinta-feira) e na final (próximo sábado) do Festival Eurovisão continuam na Altice Arena. Cláudia Pascoal e Isaura, representantes de Portugal, voltam a ensaiar hoje.
Ver comentários