Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
7

Pesquisas variam entre sexos

Homens e mulheres recorrem à internet por motivos diferentes. Segundo um estudo da Pew Internet sobre a utilização dada à ‘net’ pelos norte-americanos, eles usam com mais frequência ‘sites’ de notícias, bolsa, desporto e pornografia, enquanto elas se interessam mais por saúde e guias espirituais.
31 de Dezembro de 2005 às 00:00
Quanto às semelhanças, ambos os sexos rentabilizam os serviços disponíveis ‘on-line’ – como consultar e fazer pagamentos através do banco ou comprar bilhetes para espectáculos – que, pelas vias normais, implicariam esforço e tempo.
Eles e elas também concordam que a ‘net’ é uma fonte interminável de informação. O mesmo estudo adianta que, apesar das internautas serem em menor número, a tendência é para que essa diferença diminua.
Os internautas do sexo masculino tendem a sentir-se mais atraídos pelos serviços que requerem interacção, enquanto as mulher ‘navegam’ mais nos ‘sites’ relacionados com as relações humanas, acrescenta o estudo.
Os motivos que levam homens e mulheres a consultar a ‘net’ também é diferente. Cerca de 70% dos homens diz que se conecta para passar o tempo, enquanto, no caso das mulheres, os valores descem para 60%.
Por outro lado, 21 por cento dos internautas masculinos admite que consulta conteúdos pornográficos, contra apenas 5% das mulheres. No entanto, o mesmo estudo admite que os números podem ser superiores, devido ao pudor em admitir que visitam estes ‘sites’.
O estudo acrescenta ainda que as mulheres consultam mais páginas sobre saúde (64% contra 58%) e religião (66% contra 25% nos homens).
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)