Sub-categorias

Notícia

Irmão de ex-ministro Miguel Macedo foi apanhado a espiar

António Macedo responde por acesso ilegítimo, abuso de poder e peculato.
Por Fátima Vilaça|15.11.17
O irmão do antigo ministro da Administração Interna Miguel Macedo foi acusado pelo Ministério Público de Braga pela prática de três crimes de acesso ilegítimo, peculato e abuso de poder. António Macedo, que é oficial de justiça no Departamento de Investigação e Ação Penal de Braga, foi apanhado a vigiar um processo em que um empresário da cidade era arguido.
Irmão de ex-ministro Miguel Macedo foi apanhado a espiar

O Ministério Público não conseguiu apurar se Macedo recebeu contrapartidas pela entrega de informações. O funcionário judicial está suspenso de funções e o procurador responsável pela investigação pede mesmo que seja impedido de exercer a profissão.

O oficial de Justiça, já com antecedentes por crimes do género, foi apanhado por técnicos do Ministério da Justiça chamados a Braga para investigar alegadas fugas de informação para a imprensa. Os informáticos detetaram dezenas de acessos a um processo que não estava entregue a Macedo.

Na análise ao computador do oficial de justiça encontraram 22 acessos ao mesmo processo, muitos deles feitos fora do horário de expediente e até ao domingo.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Política

pub