Facebook quis chegar aos dados bancários dos utilizadores

Rede social solicitou a vários bancos americanos informação sobre transações e saldos bancários.
Por Ana Maria Ribeiro|08.08.18
Há mais um escândalo em torno da rede social Facebook e tem a ver com dados bancários. Segundo a revista americana ‘Fast Company’ – especializada em assuntos de tecnologia e informação –, os responsáveis pela rede social terão abordado alguns dos principais bancos norte-americanos (nomeadamente Citigroup, Wells Fargo, J. P. Morgan e U. S. Bank) para terem acesso a "informação detalhada sobre os respetivos clientes, incluindo transações e saldos bancários".

A mesma fonte garante que o Facebook também pretendia que os bancos revelassem o perfil de consumidor dos clientes, ou seja, aquilo em que costumam gastar dinheiro fora das redes sociais.

A resposta, porém, foi negativa: os bancos abordados consideraram que a rede social não reunia condições para garantir a privacidade dos seus clientes e recusaram-se a partilhar a informação.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!