Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais C-Studio
2
Especiais C-Studio
i
C- Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do Universo
É o local onde as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Neuromodulação por radiofrequência: uma solução possível para as suas dores de coluna!

As dores crónicas nas costas são uma das causas mais comuns de consultas médicas e visitas à urgência. Em algum momento da vida, estas dores atingem cerca de 70% da população
28 de Janeiro de 2020 às 07:05


Redigido por Dr. Rodrigo Gorayeb (OM42763), neurocirurgião no Trofa Saúde Hospital na Amadora e em Loures
Para além do grande desconforto, causam perda de dias de trabalho e comprometem a qualidade de vida. Todos sabemos que para reduzir estas dores, devemos ter uma vida saudável, praticar exercício e tentar ter o peso controlado. Mas a existência desta dor crónica, por si só, não ajuda a atingir estes objetivos: por vezes, impede a prática de exercício, o que contribui para a obesidade, o sedentarismo e pode afetar a vida diária. Em casos extremos sabemos que pode até afetar a atividade sexual ou a vida social. Infelizmente, podemos estar diante de uma situação complicada, pois tendo dores, não conseguimos cuidar da saúde e sem cuidar da saúde é difícil eliminar a dor nas costas.

Existem diversos tratamentos para combater o flagelo que é ter dores na coluna, nomeadamente a toma de medicação, fisioterapia e até cirurgia.

Entretanto, em alguns casos, uma nova abordagem menos invasiva e mais moderna, pode ser útil para resolver este problema. Trata-se da neuromodulação por radiofrequência, ou seja, o uso de estímulos como ondas de rádio, produzidas por um gerador externo e direcionadas a nervos específicos para controlar a origem dessas dores. Recorrendo a anestesia local ou uma sedação mínima, de modo a garantir o conforto durante o tratamento, o procedimento é realizado através do raio-x, permitindo ao médico encaminhar as agulhas até ao nervo sensitivo responsável pelo quadro doloroso. A transmissão deste estímulo sobre os nervos inflamados (em dose, frequência e duração cientificamente reconhecidas) faz com que estes parem de transmitir a informação dolorosa ao seu cérebro, reduzindo ou eliminando a dor de costas, até 80% de casos adequadamente identificados.

Este procedimento, realizado na Unidade de Coluna do Trofa Saúde Hospital na Amadora, por uma equipa especializada, consegue atingir - com resultados que a literatura científica confirma - redução significativa da dor na grande maioria dos casos em que estão indicados. Os casos em que os tratamentos de neuromodulação por radiofrequência podem estar indicados são principalmente os de síndrome facetário, que é a inflamação de pequenas articulações na parte posterior da coluna. Se tem uma dor localizada na zona lombar que se poderá estender à zona dos glúteos e parte posterior das coxas e que, por sua vez, piora de manhã quando se levanta da cama e ao dobrar-se para trás, provavelmente terá artroses da coluna.

Outras indicações possíveis incluem ainda a síndrome Golpe do Coelho, frequente em casos de acidente de automóvel com dores tardias a nível do pescoço e membros superiores, ou a síndrome da Cirurgia Falhada, na qual as dores permanecem após uma cirurgia ampla ou com fixação da coluna.

Se se identifica com algum destes quadros, consulte um dos nossos médicos pois pode ser um candidato a realizar neuromodulação por radiofrequência. O alívio da sua dor poderá reduzir ou eliminar a medicação para a dor, potenciando o rápido retorno ao trabalho ou devolver-lhe a capacidade de executar as suas atividades favoritas, ou talvez até adiar ou mesmo evitar uma cirurgia à coluna. Nestes casos, o doente pode livrar-se da dor nas costas, ganhando tempo - meses ou anos - para cuidar da sua saúde e evitar novas crises.