Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

Governo: Dívida a militares deficientes nunca será saldada

Ministro da Defesa sublinhou esforço para tentar começar a pagá-la.
14 de Maio de 2015 às 18:41
O ministro esteve no aniversário da Associação dos Deficientes das Forças Armadas
O ministro esteve no aniversário da Associação dos Deficientes das Forças Armadas FOTO: Manuel de Almeida/Lusa

O ministro da Defesa reconheceu, esta quinta-feira, que a dívida do Estado para com os deficientes das Forças Armadas nunca será saldada, mas sublinhou o esforço que o atual Governo fez para tentar começar a pagá-la.

"Acredito, como repetidamente tenho dito, que o Estado tem uma dívida de gratidão para com os deficientes das Forças Armadas, uma dívida em incumprimento sistemático há vários anos", afirmou o ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar-Branco, numa intervenção na cerimónia de comemoração do 41.º Aniversário da Associação dos Deficientes das Forças Armadas (ADFA).

Comparando a situação com o estado do país quando o atual Governo assumiu funções há quatro anos, Aguiar-Branco explicou: "Quando assumimos a responsabilidade de governação o Estado estava também quase em 'default' para com os deficientes das Forças Armadas".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)