Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

Costa afirma que atraso na entrada em funções da nova Comissão seria preocupante

Primeiro-ministro afirma ser importante haver "respostas rápidas" que permitam ultrapassar o 'chumbo' de três candidatos a comissários pelo Parlamento Europeu.
Lusa 10 de Outubro de 2019 às 21:23
António Costa
António Costa
António Costa
António Costa
António Costa
António Costa
António Costa
António Costa
António Costa

O primeiro-ministro português considerou esta quinta-feira importante haver "respostas rápidas" que permitam ultrapassar o 'chumbo' de três candidatos a comissários pelo Parlamento Europeu (PE), porque o adiamento da entrada em funções da nova Comissão Europeia seria "fator de preocupação".

António Costa recusou comentar concretamente o voto negativo de hoje à comissária indicada pela França, Sylvie Goulard, sublinhando que o importante é que o problema possa ser ultrapassado "de forma a que a Comissão possa entrar em funções no calendário previsto", que é 01 de novembro próximo.

Mas, com o calendário apertado de audições e votações e três candidatos 'chumbados', o que obriga à apresentação de novos nomes pelos respetivos governos, as hipóteses de o processo se arrastar são admitidas por vários especialistas.

António Costa Comissão Europeia Parlamento Europeu PE política parlamento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)