Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

Depressão Kyllian deverá chega aos Açores esta madrugada

Flores e Corvo vão registar ventos que podem chegar aos 140 km/h e ondas de 10 a 11 metros. Outras ilhas também serão afetadas.
Lusa 22 de Fevereiro de 2019 às 14:21
Ilha do Corvo, nos Açores
Ilha do Corvo, nos Açores
Caldeira Rasa, na Ilha das Flores
Ilha do Corvo, nos Açores
Ilha do Corvo, nos Açores
Caldeira Rasa, na Ilha das Flores
Ilha do Corvo, nos Açores
Ilha do Corvo, nos Açores
Caldeira Rasa, na Ilha das Flores

A depressão Kyllian deverá começar a afetar os Açores na madrugada de sábado, alertou esta sexta-feira o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que colocou o grupo Ocidental sob aviso vermelho por causa da agitação marítima e vento.

Num comunicado enviado às redações, a delegação dos Açores do IPMA explica que se prevê que "a depressão Kyllian, às 00h00 de sábado se encontre centrada a aproximadamente 680 km a oeste-noroeste da ilha do Corvo, com deslocamento para norte-nordeste, provocando um aumento significativo da intensidade do vento e da agitação marítima em toda a região".

"É esperado, para o grupo Ocidental (Flores e Corvo) na madrugada e manhã de sábado vento sul/sudoeste tempestuoso (70 a 90 km/h) com rajadas da ordem dos 140 km/h e preveem-se ainda ondas oeste de 7 a 8 metros, tornando-se sudoeste de 10 a 11 metros", explica o meteorologista Carlos Ramalho, da delegação do IPMA nos Açores, citado no comunicado.

Para o grupo Central (Terceira, São Jorge, Pico, Graciosa e Faial), as previsões apontam que o vento deverá soprar de sul/sudoeste muito forte a tempestuoso (60 a 80 km/h) e, durante a manhã, esperam-se rajadas da ordem dos 120 km/h.

No grupo Oriental (São Miguel e Santa Maria), o vento irá soprar sul/sudoeste forte a muito forte (50 a 75 km/h), com rajadas até 100 km/h.

"Devido a uma superfície frontal, associada à depressão, preveem-se períodos de chuva por vezes forte em todas as ilhas", acrescenta o comunicado do IPMA, que emitiu aviso vermelho para as ilhas das Flores e Corvo entre as 06:00 e as 18h00 de sábado por causa da agitação marítima, tendo em conta que as ondas poderão chegar aos 20 metros.

As duas ilhas do grupo ocidental vão estar também sob aviso vermelho referente a vento no período entre 06h00 e as 10h00 de sábado, com rajadas previstas até 140 km/h.

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) já emitiu um alerta a recomendar que sejam tomadas medidas de autoproteção.

Também a capitania do porto de Santa Cruz das Flores e a da Horta alertaram para o agravamento do estado do mar e aconselharam a comunidade marítima a tomar medidas de precaução como a verificação e reforço da amarração, que deve ficar preferencialmente varada em lugar seguro.

"A população em geral não deve frequentar as zonas costeiras, em especial as expostas à agitação marítima. Caso seja absolutamente imprescindível deslocar-se até junto da orla marítima, deverá manter-se uma atitude de permanente vigilância e ter sempre presente que, nestas condições extremas, o mar pode facilmente alcançar zonas aparentemente seguras", acrescenta o comunicado da autoridade marítima.

Devido às previsões de mau tempo, a Câmara Municipal de Ponta Delgada anunciou hoje que decidiu encerrar no fim de semana o Jardim António Borges, localizado na maior cidade açoriana, na ilha de São Miguel.

"O encerramento do Jardim António Borges ao público, sábado e domingo, surge por uma questão de segurança, nomeadamente por haver risco de queda de árvores", explica a nota da autarquia.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)