Ex-ministro brasileiro admite conta na Suíça mas nega subornos

Mantega foi ministro das Finanças durante os governos de Lula da Silva e Dilma Rousseff.
Por Lusa|30.05.17
  • partilhe
  • 0
  • +

O antigo ministro das Finanças do Brasil Guido Mantega, investigado por corrupção, admitiu ter uma conta não declarada na Suíça, mas negou que o dinheiro seja proveniente de subornos, segundo um documento entregue na segunda-feira à justiça.

Mantega, que foi ministro das Finanças durante os governos dos antigos Presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, alegou que o dinheiro em causa foi obtido através da venda de um imóvel da propriedade da sua família.

Essa conta bancária na Suíça, com um saldo de 600 mil dólares norte-americanos, que não foi declarada ao Fisco, foi aberta antes de assumir a chefia do Ministério das Finanças brasileiro, em 2006, segundo declarou a defesa de Guido Mantega.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!