Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Mais de 60 pessoas pediram à Câmara do Porto reversão de despejo de reclusa

Lusa 23 de Fevereiro de 2019 às 13:06

Mais de 60 pessoas manifestaram-se hoje no bairro do Lagarteiro, Porto, para a Câmara reverter o despejo "cruel" de uma reclusa "prestes a sair em liberdade" que, segundo o advogado, foi "efetivado antes de ela ser notificada".

"Se fosse vereador, revertia [a decisão] na segunda-feira de manhã. É uma questão de pedir o processo e, admitindo que a Câmara fala verdade e não sabia que Paula está prestes a sair em liberdade, acrescentar esse dado e tomar a decisão. Dessa atitude não sairia ninguém prejudicado, porque a casa está vazia", observou o socialista Manuel Pizarro, que no anterior mandato do independente Rui Moreira na Câmara do Porto tutelou o pelouro da Habitação.

Na manifestação estiveram ainda outros vereadores, o deputado José Soeiro, do BE, artistas e vizinhos de Paula, em "solidariedade" com a reclusa que teve hoje mais uma saída precária da cadeia, e cujo advogado revelou ter impugnado o processo em tribunal devido a "uma ilegalidade", pois "oficialmente" ela só foi notificada do despejo em fevereiro, depois de o mesmo sido concluído e de os seus bens terem sido retirados da habitação".

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)