“Não tenho vergonha de ser quem sou”, afirma Adolfo Mesquita Nunes

Político assume ser gay.
11.02.18
Adolfo Mesquita Nunes, vice-presidente do CDS, assumiu, pela primeira vez, a sua orientação sexual, numa entrevista ao Expresso.

O vereador da Covilhã revela, no entanto, que nunca escondeu a sua homossexualidade e até recorda um episódio decorrido nas autárquicas.

"Os meus cartazes começaram a ser vandalizados em abril. Sempre que um era rasgado, colocávamos um novo. Em junho escreveram gay num cartaz meu. A minha equipa perguntou-me se fazíamos o que fizemos com os outros. E a minha resposta foi não: não vamos substituir este cartaz porque eu não tenho vergonha, nem tenho qualquer problema em ser quem sou".


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!