Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

Centeno garante que não será necessário submeter novo esboço

Ministro diz que Governo tomou nota das reservas da Comissão Europeia.
Lusa 5 de Fevereiro de 2016 às 17:58
Mário Centeno antes da conferência de imprensa de apresentação do Orçamento do Estado
Mário Centeno antes da conferência de imprensa de apresentação do Orçamento do Estado FOTO: Reuters

O ministro das Finanças, Mário Centeno, garantiu esta sexta-feira que "não será necessário submeter" um novo esboço orçamental a Bruxelas, adiantando que o Governo tomou "boa nota das reservas" da Comissão Europeia.

"Num acordo só há vencedores", afirmou o ministro das Finanças, na apresentação da proposta do Orçamento do Estado para 2016 (OE2016), referindo-se às negociações com a Comissão Europeia sobre o esboço de plano orçamental para este ano durante as duas últimas semanas.

Mário Centeno garantiu ainda que "não será necessário submeter um novo esboço orçamental" a Bruxelas e que o Governo tomou "boa nota das reservas" da Comissão Europeia, lembrando que este processo de negociação "não é único" em Portugal.


"Países como Espanha, Bélgica, Itália e Áustria têm o mesmo tipo de avaliação dos seus orçamentos", acrescentou.

Ministro garante não estar fragilizado
O ministro das Finanças, Mário Centeno, disse que não sai fragilizado do processo de negociação do esboço do Orçamento do Estado para 2016 (OE2016), afirmando que está "muito habituado" à responsabilização e ao diálogo.

"Fragilizado com críticas é algo que nunca me vai ver. Nós estamos num processo que exige muito diálogo, muita responsabilização, é algo a que estou muito habituado. Não me vai ver fragilizado", disse Mário Centeno.

Mário Centeno Bruxelas Governo Orçamento do Estado economia negócios e finanças macroeconomia orçamento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)