Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Passos: Privatização "independentemente dos valores"

Primeiro-ministro defende venda da TAP a privados.
13 de Maio de 2015 às 20:31
Passos esteve  numa cerimónia da Direção-Geral das Autarquias Locais, em Lisboa
Passos esteve numa cerimónia da Direção-Geral das Autarquias Locais, em Lisboa FOTO: Nuno Veiga/Lusa

O primeiro-ministro defendeu, esta quarta-feira, que a privatização da TAP é importante para a companhia e para Portugal, independentemente dos valores, afirmando que a motivação do Governo é salvar a empresa e não fazer um encaixe financeiro.

À margem de uma cerimónia na Direção-Geral das Autarquias Locais, em Lisboa, questionado se o Governo admite desistir desta venda caso as propostas sejam demasiado baixas, Pedro Passos Coelho começou por afirmar: "A TAP precisa de ser capitalizada: este é o aspeto de fundo que convém não ignorar. A empresa tem de ser capitalizada, e o Estado não o pode fazer".

Passos Coelho sustentou que "o sucesso da privatização é importante para a companhia e para o país" e recusou que esteja em causa "uma teimosia" do executivo PSD/CDS-PP. Interrogado se defende essa posição independentemente dos valores, respondeu: "Independentemente dos valores, no sentido em que, se nós não tivermos uma solução de privatização, a companhia, tal como está, não pode continuar. Não continuará".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)