Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Pelo menos 32 civis mortos em raides aéreos na Síria

Fim do cessar-fogo leva a nova vaga de violência.
Lusa 19 de Setembro de 2016 às 22:33
Cidade síria de Alepo volta a ser cenário de bombardeamentos a civis
Cidade síria de Alepo volta a ser cenário de bombardeamentos a civis FOTO: Abdalrhman Ismail/Reuters

Pelo menos 32 civis foram hoje mortos na província síria de Alepo após "raides intensivos", noticia a agência AFP, lembrando que tal sucede horas após ter sido declarado o fim da trégua de uma semana no país.

Entre os mortos encontram-se 12 voluntários do Crescente Vermelho sírio, indica a AFP, que cita o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

A organização estima ainda que existam dezenas de feridos após os ataques desta noite.

Horas antes, um comboio de ajuda humanitária foi atingido pelos bombardeamentos de aviões de guerra perto de Auram al Kubra, oeste da província síria de Alepo, onde estava a prestar assistência, anunciou também o Observatório.

Ao anunciar o fim da trégua, o exército sírio atribuiu a responsabilidade aos grupos rebeldes que "não respeitaram uma única disposição" do acordo.

Damasco contabilizou mais de 300 violações do cessar-fogo por esses grupos.

Os rebeldes e a oposição não tinham formalmente aprovado o acordo russo-norte-americano, ao qual criticavam a ausência de garantias de que seria eficazmente aplicado pelo regime e seus aliados.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)